BREJO GRANDE | Em abraço ao Rio São Francisco, Governo entrega embarcações e apetrechos de pesca a 196 famílias

Projeto Dom Távora | | 11:30h

Pescadores, estudantes e artesãos do Baixo São Francisco somaram-se aos representantes do poder público em um “Abraço ao Rio São Francisco”, na última semana.

Pescadores, estudantes e artesãos do Baixo São Francisco somaram-se aos representantes do poder público em um “Abraço ao Rio São Francisco”, na última semana. Realizado pelo Governo do Estado em parceria com Associações de Pescadores, o evento chamou a atenção para a importância do Rio São Francisco para as populações ribeirinhas, num despertar de ações de preservação da mata ciliar e do rio a partir da atividade pesqueira artesanal sustentável. A programação contou também com entrega de barcos, apetrechos de pesca e peixamento do rio.

O ato iniciou com uma bênção ecumênica e a entrega oficial de embarcações motorizadas, apetrechos e equipamentos de comercialização do pescado para 196 famílias dos municípios Brejo Grande e Ilha das Flores. Os benefícios chegaram para seis associações de pescadores atendidas com recursos do Projeto Dom Távora, realizado pelo governo Estadual, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura - Seagri, com investimentos originados de empréstimo internacional conseguido junto ao Fundo internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). “Estes projetos do Baixo São Francisco têm o diferencial de serem os únicos no Brasil apoiados pelo FIDA fora da região do semiárido, a pedido do Governo de Sergipe, por ser uma região com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), logo, de ação prioritária para o Estado”, explica o secretário de Estado da Agricultura, André Bomfim.

Ao todo foram entregues 98 barcos motorizados, 64 caixas para transporte de peixes, 04 freezers de 500 l., 02 balanças industriais com capacidade para 150 kg, 11 Balanças digitais com capacidade para 50 kg, 172 coletes salva vidas, 172 lanternas para pescas com zoom, 79 cordas de 5m e 10 mm, multifilamento e anti UV, 58 capas de chuva, 351 kits (redes com chumbo, boias, cordas de nylon), 03 notebooks e 03 impressoras. Foram beneficiadas as Associações: de Pescadores do Bom Jesus do Povoado Serrão;da Comunidade Tradicional dos Pescadores Artesanais de Resina; Comunitária do povoado Saramem e Adjacências; de Doceiras e Artesãos do Povoado Saramem; de pescadores do Povoado Serrão; de Pescadores de Brejo Grande.

“Estamos colhendo os frutos do trabalho dos governos de Marcelo Déda, Jackson Barreto e Belivaldo Chagas, no esforço de melhorar o IDH na região. Só por meio do Projeto Dom Távora, o governo estadual já investiu R$ 10,4 milhões na realização de 40 Planos de Investimento Comunitário que estão beneficiando 1.300 famílias em oito municípios do Baixo são Francisco (Brejo Grande, Canhoba, Ilha dasFlores, Japoatã, Neópolis, Pacatuba e Santana do São Francisco). Desse total, cerca de R$ 3 milhões foram aplicados no fortalecimento da cadeia produtiva da piscicultura”, enfatiza André Bomfim. 

O pescador José Gome Barboza, conhecido como Galeguinho, fez questão de cantar uma música de sua autoria, na qual conta a saga de um pescador e sua relação com o Rio São Francisco. “Desse rio tirei o sustento dos meus nove filhos”, contou emocionado, expressando o desejo de que o dia 13 dezembro fique no calendário da região como a data de celebração do encontro do rio com pescador, para marcar a relação de respeito à natureza e o desejo da revitalização e prosperidade do Velho Chico.

“A ajuda do governo é muito importante para nós pescadores porque não tínhamos como recuperar os barcos por conta própria. Agora, estamos com uma nova frota, novas redes e equipamentos salva-vidas”, afirmou o presidente da Associação de Pescadores Bom Jesus dos Navegantes, Geson de Castro Ferreira. A comunidade em que vive é remanescente da antiga vila de pescadores do Cabeço, destruída pelo avanço do mar, há cerca de 20 anos.

Peixamento
Como parte da programação, foram lançados no “Velho Chico” cerca de 30 mil peixes, sendo 20 mil da espécie nativa Xira ou Curimatã, como é conhecida pelos pescadores locais, doados pela Codevasf; e outros 10 mil Tambaquis, doados pela Associação Comunitária do Povoado Bolivar. “Essa doação de peixes é também uma maneira de demonstrar nossa gratidão ao Projeto Dom Távora pelos benefícios que tem trazido para os pescadores”, disse Celio da Silva, presidente da Associação do Povoado Bolivar. “Conseguimos os alevinos com a proprietária da Aquasouza Criação de Peixes Ltda, Eliane Cristina, do município Propriá”, acrescentou. 

Comitê do Turismo
Durante o evento, a Secretaria de Estado do Turismo e a Secretaria de Estado da Agricultura lançaram a sugestão de criação de um Comitê Gestor da Rota do Turismo na Foz do Rio São Francisco. “A ideia do comitê é fomentar a economia local a partir das potencialidades naturais, artesanato e culinária da região. As ações integrarão os projetos de pesca e artesanato atendidos pelo Governo Estadual, por meio do Projeto Dom Távora”, explicou o secretário André Bomfim.

Presenças
Participaram do evento o prefeito de Brejo Grande, Clysner Ferreira; o assessor da SETUR, Edicarlos Queiroz; o representante da Estação de Piscicultura da Codevasf, Fábio Santos; o representante do gabinete do senador Rogério Carvalho, Claudionor Santos; o representante do mandato do deputado federal, João Daniel, Cristóvão Andrade; o presidente da SEGRASE e ex-prefeito de Santana do São Francisco, Ricardo Roriz; o ex-prefeito de São Francisco, Ailton Nascimento; o coordenador geral do Projeto Dom Távora, Gismário Nobre; e o coordenador de Planos de Negócios do projeto, Fábio Melo; a irmã Rita Tufano, da Congregação Nossa Senhora da Visitação; e o secretário de turismo de Brejo Grande, Elias Feitos.

Representando as comunidades atendidas, participaram o presidente da Associação de Pescadores do Bom Jesus do Povoado Serrão, José Emilio Guedes; a presidenta da Associação da Comunidade Tradicional dos Pescadores Artesanais da Resina, Maria Aparecida; o presidente da Associação dos Pescadores Bom Jesus dos Navegantes, Geson de Castro; a presidenta da Associação das Doceiras e Artesãs do povoado Saramem, Maria Orlada; e o presidente da Associação de Pescadores de Brejo Grande, José Gomes Barboza.

| Fotos: Vanessa Passos

Compartilhe


Mais Notícias


Produtoras rurais do interior sergipano adotam o uso de cadernetas agroecológicas

Projeto Dom Távora | 20.01.20 | 08:30h

Instrumento econômico-pedagógico foi inserido pela Seagri para mulheres beneficiadas pelo projeto Dom Távora

SEAGRI alerta produtores rurais para o prazo de adesão ao programa Garantia-Safra 2020

Garantia Safra | 08.01.20 | 07:30h

A coordenação estadual do Programa Garantia-Safra alerta os produtores rurais que o prazo final para adesão ao programa se encerra no dia 20 de fevereiro.

Sergipe supera percentual nacional de vacinação contra a Febre Aftosa em 2019

Emdagro | 23.12.19 | 09:30h

A meta é alcançar o índice máximo até 2021 para retirada da obrigatoriedade de vacinação

Governo reúne gestores municipais da Agricultura para recomendar adesão ao Garantia-Safra 2019\2020

Garantia Safra | 17.12.19 | 11:00h

Inscrições podem ser feitas nos escritórios da Emdagro, INCRA, PRONESE ou secretarias municipais da Agricultura até 20 de fevereiro de 2020

Seagri e Dom Távora capacitam técnicos na comercialização de ovinos e caprinos

Projeto Dom Távora | 13.12.19 | 08:00h

Projeto propõe meios de agregar valor ao produto dos arranjos produtivos que beneficiou

Pronese recebe nota máxima em transparência e acesso à informação

Pronese | 04.12.19 | 10:00h

Em reavaliação do TCE, Pronese é classificada entre as 8 instituições públicas estaduais melhor colocadas