Secretária da Agricultura de Sergipe participa do IV Encontro Nacional de Agroecologia

Agricultura | | 20:33h

O IV ENA tem como desafio principal promover espaços de diálogo entre o campo e a cidade

A secretária de estado da Agricultura, Rose Rodrigues, participou nesta quarta-feira, 30, do IV Encontro Nacional de Agroecologia (ENA). O evento aconteceu no Parque Municipal, centro de Belo Horizonte/MG, de 31 de maio a 03 de junho de 2018. Este ano traz como lema “Agroecologia e Democracia Unindo campo e Cidade” e deverá evidenciar a evolução das experiências agroecológicas dos últimos 30 anos em diversos territórios do país, destacando a contribuição das políticas públicas advindas da democratização do Estado brasileiro neste período.

Rose Rodrigues que recém assumiu a pasta da Secretaria de Estado da Agricultura Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri) tem evidenciado a promoção da agricultura sem perder de vista o compromisso com o meio ambiente e com a qualidade dos alimentos.

“Esse trabalho, que orienta como se relacionar com a terra e o com tipo de tecnologia que permite uma produção comprometida com a saúde dos alimentos e das pessoas, sempre fez parte de minha história. Na Seagri não vai ser diferente. Nossa participação nesse Encontro Nacional de Agroecologia tem esse sentido de continuar aprimorando e perseguindo esse objetivo a partir das experiências aqui apresentadas”, explica a secretária.

Desafio

O IV ENA tem como desafio principal promover espaços de diálogo entre o campo e a cidade. Segundo os organizadores, é fundamental desenvolver estratégias de comunicação com setores cada vez mais amplos da sociedade que estejam no meio urbano.  Mostrar “por que interessa à sociedade apoiar a agroecologia”, e portanto é preciso produzir evidências dos múltiplos impactos positivos da agroecologia e comunicá-los para a sociedade.

Ainda segundo os organizadores, o evento tem como papel: permitir a troca de experiências em curso em todo o país, de forma que os aprendizados técnicos e metodológicos possam ser compartilhados; discutir os efeitos das políticas públicas para a agricultura familiar e para os povos indígenas e comunidades tradicionais; e dar visibilidade pública à agenda política do movimento agroecológico junto aos governos e à sociedade.

Ainda em Belo Horizonte, a secretária Rose Rodrigues participa também, dia 31, do ato realizado pelo Governo do Estado de Minas Gerais de Assinatura e Apresentação do Acordo de Cooperação Técnica: Políticas Públicas para Povos e Comunidades Tradicionais entre os estados da Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Piauí e Sergipe.

 

Compartilhe


Mais Notícias


Decreto de Agroecologia Estadual é regulamentado pelo Governo do Estado de Sergipe.

Agricultura | 15.06.18 | 07:27h

O Decreto de Agroecologia de nº 40.051 que regulamente a Lei 7.270/11, acaba de ser regulamentado pelo Governo Do Estado de Sergipe. É uma grande vitória para a população camponesa que entende a Agroecologia como um modo de vida adequado para o ...

Artesanato sergipano recebe investimento do Projeto Dom Távora

Projeto Dom Távora | 06.06.18 | 21:59h

O projeto realizou oficina para bordadeiras de cinco municípios que trabalham com ponto cruz, richelieu e rendendê. Elas tiveram como inspiração estética o artista sergipano Artur Bispo do Rosário.

Gestoras da Agricultura e de Planejamento de Poço Verde reuniram-se com a secretária de estado Rose Rodrigues

Projeto Dom Távora | 06.06.18 | 15:25h

Secretárias da Agricultura e do Planejamento de Poço Verde, Adriana Souza e Rita de Lula reuniram-se na Seagri para discutir com a secretária da agricultura do estado Rose Rodrigues, quanto às ações do Estado para o município de Poço Verde.

Sergipe participa de cooperação técnica interestadual para comunidades tradicionais

Agricultura | 31.05.18 | 12:53h

A iniciativa foi discutida e planejada no Fórum de Gestores Estaduais de Agricultura Familiar do Nordeste e Minas Gerais

Seagri e Banco do Nordeste dialogam sobre custeio para safra 2018

Agricultura | 30.05.18 | 09:00h

O objetivo é adotar uma medida emergencial para financiar a safra até que se realize novo zoneamento para a citricultura.

Parceria: gestão de biofábrica em Sergipe é discutida entre Seagri, Emdagro e SergipeTec

Agricultura | 30.05.18 | 08:48h

Redução do custo da produção agrícola e redução do uso de agrotóxico. Essas duas vertentes justificam todo esforço que estamos fazendo para colocar a biofábrica para funciona.