Côco

Fruticiltura-Côco

Situa-se predominantemente ao longo da faixa litorânea do estado, registrando-se também pequenos plantios em outras áreas. Os perímetros irrigados apresentam maior potencial para expansão da cultura no estado.

Padrão tecnológico:
O coco desenvolve-se preferencialmente em solos de textura franco-arenosa, com boa disponibilidade de água e profundidade mínima de um metro. A temperatura ideal fica entre 27º e 28ºC e a pluviosidade em torno de 1.500 mm/ano. Os espaçamentos indicados pela Emdagro são os seguintes: coco Anão: 7,5 x 7,5m (205 plantas/ha); coco Gigante 9 x 9m (142 plantas / ha) e coco Híbrido 8,5 x 8,5m (160 plantas / ha), todos dispostos em triângulos equiláteros. O coveamento sugerido é de 0,60 x 0,60 x 0,60m a 0,80 x 0,80 x 0,80m. A produtividade esperada é de 7,10 milheiros por hectare.

Os cultivos tradicionais no estado são de pequeno porte. Cerca de 95% dos coqueirais têm menos de 20 ha. A variedade mais explorada é a Gigante Comum, principalmente nas maiores unidades de produção, em associação com outras culturas ou com a pecuária bovina. Também são encontrados os cultivares Anão e Híbrido. A produção caracteriza-se como semi-extrativa, sendo conduzida em sua quase totalidade sobre areias quartzosas, de baixíssima fertilidade natural. Ainda assim não é comum a prática de adubação.

Principais Tratos Culturais:
* Controle do mato: utilizando-se gradagem ou roçagem. 
*Plantio de leguminosas: de preferência as de porte arbustivo, para evitar competição com o coqueiral.
* Culturas intercalares: realizar durante a fase jovem da cultura.

Pragas e Doenças:
* Ácaros: atacam os frutos, danificando-os. Também atacam no viveiro e em plantas jovens, causando danos nas folhas e na gema apical.
* Brocas: atacam os troncos, as folhas e as inflorescências.
* Lagartas: atacam as folhas.
* Queimas das folhas: ocorre nas folhas mais baixas, provocando sua morte.
* Lixas: atacam as folhas.
* Anel vermelho: causado por nematóides, que atacam o estipe das plantas.

Resultados físicos e econômicos para um hectare da cultura, em doze anos:

Custo total de produção R$ 14.154,10
Preço médio (milheiro) R$ 320,00
Produção total 63,9 milheiros
Valor total da produção R$ 20.448,00

Compartilhe