Mangaba

Fruticiltura-Mangaba

No estado de Sergipe, ocorre principalmente nas áreas de Tabuleiros Costeiros e Baixadas Litorâneas.
É planta de clima tropical, vegetando bem em áreas que apresentam alta insolação, temperatura média em torno de 25ºC e pluviosidade de 750 mm a até mais de 1.500 mm anuais. É tolerante a períodos de déficit hídrico e, nas épocas de temperaturas mais elevadas e de menor umidade relativa do ar, apresenta melhor desenvolvimento vegetativo.É recomendado o espaçamento de 6 x 7m (238 plantas por hectare), e a produtividade esperada é de 10 toneladas por hectare. 

Quanto às características de solo adequadas ao seu cultivo, verifica-se que os requisitos imprescindíveis para o seu bom desenvolvimento, estão relacionados aos atributos físicos, como: elevada profundidade, ausência de impedimento (horizontes coesos), boa drenagem, suficiente para impedir qualquer possibilidade de encharcamento, e altas taxas de aeração.

Recomenda-se, em plantio solteiro, o espaçamento de 7m entre linhas e 6m entre plantas, ou o consórcio com o coqueiro gigante.

Principais Tratos Culturais:
* Tutoramento: Importante no primeiro ano, para proporcionar um porte ereto à planta.
* Limpa: Pode ser realizada limpa ao redor das plantas, na projeção da copa e a roçagem do mato nas entrelinhas.
* Poda: realiza-se anualmente a poda de limpeza, com a retirada e queima dos galhos secos, para permitir a penetração dos raios solares na copa, uma melhor aeração e a eliminação de pragas e doenças.

Pragas e Doenças:
* Pulgão: ocorre em plantas de todas as idades, causando maiores prejuízos na fase de muda.
* Antracnose: Causa desfolhamento, podendo levar à morte, principalmente as plantas mais jovens.

Resultados físicos e econômicos para um hectare da cultura, em três anos:

Custo total de produção R$ 9.184,00
Preço médio (kg) R$ 1,00
Produtividade esperada por hectare 20.000 kg
Valor bruto da produção R$ 20.000,00

Compartilhe